Uni versos e versos

Uni versos e versos
by gabi grisi

sábado, 15 de dezembro de 2007

Amor Errante

Amor errante(Gabriella Grisi)


No peito trago imensas saudades

nunca te direi meias verdades

para começar nada é tarde


o teu perfume inebriante

me embriaga a cada instante

quero beber na tua fonte


o que há de errado em ser errante?

o errado não existe

errado meu bem é ser triste


Baby a vida é tão fugaz

de tudo vale pra ser feliz

a felicidade ta bem diante do nariz




2 comentários:

Vinícius disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Daniel disse...

De que vale viver a vida se no final é tudo igual?
De que vale ajudar se ninguém vai se lembrar?
De que vale ensinar se ninguém vai aprender?
De que vale se esforçar pra ninguém reconhecer?

De que vale viver a vida se tudo acabar mal?
De que vale contruir pra outro destruir?
De que vale ajuntar pra outro espalhar?
De que vale procurar e nunca encontrar?

De que vale viver a vida sem realmente ter vivido?
De que vale servir e nunca ser servido?
De que vale curar e nunca ser curado?
De que vale consolar e nunca ser consolado?
De que vale amar e nunca ser amado?

Porque tudo é vaidade,
O dinheiro é vaidade,
O trabalho é vaidade,
O conhecimento é vaidade,
A sabedoria é vaidade,
A vida é vaidade,
O amor é vaidade.

É aflição de espírito,
É correr atraz do vento,
É vaidade
e de nada vale...