Uni versos e versos

Uni versos e versos
by gabi grisi

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Seu Zé


Eu sou um Zé ninguém
Sem casa, comida, familia ou vintém

Eu sou o que convém
Na lama, no caos, no cais, na estação de trem

Eu sou o que convém
Eu sou um Zé ninguém.

Nesse país onde o Zé
Não tem vez
Onde a fome é a lei,

Estendo a mão
pro homem da televisão
E ele diz:
-Seu Zé, hoje não tem não!

É a terra da contradição,
é a terra da contradição.

(Gabriella Grisi)

3 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Nossa, que forte Gabi! Adoro poesias de cunho social e crítico! Parabéns!

Beijos!

Gabriella Grisi disse...

Obrigada Vinicius!
Esse poema virou música!
Eu fiz ele após ter assistido
o vídeo ridículo de Boris Casoy,
ridicularizando os Garis.

Rafael disse...

(8) ...Vixi como tem Zé
Zé de Baixo, Zé de Riba...