Uni versos e versos

Uni versos e versos
by gabi grisi

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Chopin


Quando ouço Chopin parece que não estou aqui, me transporto a outros planos.
Planos esses o qual não consigo explicar, só sei dizer que é algo superior, muito superior
ao nosso plano, acho que é algo divinal, coisa de Deus mesmo.

Gosto dele pela beleza de ser o que se é, por ser simples e complexo, pela a leveza de um pássaro, pela a doçura de uma criança, pela solidão de uma viúva, por uma sinestesia que não sei ao certo o que é.

Se você ainda não ouviu, por favor ouça e de preferência com os olhos fechados,e com sensibilidade, na verdade
com muita sensibilidade, e irá entender o que eu estou tentando expressar nessas frívolas palavras.

Chopin é pura delicadeza,pura leveza,puro sentir.
E música é arte,e arte não é para ser compreendida.
É preciso apenas ser sentida.

2 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Oi Gabi... como eu te disse,acho que Chopin é sim uma música superior... mas para ouvidos que sejam capazes de ouvi-lo e ter essa sensibilidade... não acho que seja um tipo de música para leigos... eles jamais poderão entendê-la, e eu me coloco nesse patamar dos que não são capazes de assimilar a pureza e a sensibilidade tão aguçadas nas obras primas de Chopin! Beijos!

O Profeta disse...

A Lua sangra no celeste
Aprisionada está a razão
Olhos sem a virtude da luz
Uma fria pedra no coração

Um banco de jardim
É leito do rei da sarjeta
Almofada de encardido cartão
Acomoda esta carcaça inquieta


Boa semana


Mágico beijo